E se fosse eu? Fazer a mochila e partir

  • terça, 29 março 2016 00:00

 

O Conselho Nacional de Juventude junta-se à Plataforma de Apoio aos Refugiados, em colaboração com a Direção-Geral da Educação (DGE), e o Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (ACM, I.P.), para o lançamento da campanha “E se fosse eu? Fazer a mochila e partir”, que tem como objetivo central a sensibilização das crianças e jovens para as dificuldades pelas quais passam os refugiados.

A ação decorre no dia 6 de abril em todas as escolas do país, através de uma sessão em que será exibido um vídeo, e em que cada aluno será desafiado a levar na sua mochila os pertences que traria consigo se fosse um refugiado, partilhando depois a razão das suas escolhas, fomentando-se assim uma reflexão conjunta sobre o tema.

Apela-se às escolas para aderirem a esta iniciativa fazendo inscrição prévia. Os docentes podem encontrar um guião com sugestões de abordagem à matéria aqui.

Esta atividade tem por objetivo sensibilizar as crianças e os jovens para a realidade dos refugiados, promovendo assim o compromisso bem acolher quem procura proteção humanitária e concretizando os princípios de uma sociedade democrática e inclusiva.

Mais informações e materiais de divulgação aqui.

Espreita o vídeo da campanha!