Encontro Nacional de Juventude 2015

 

O Conselho Nacional de Juventude (CNJ) organizou de 30 de outubro a 1 de novembro de 2015, em Cascais, na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, o Encontro Nacional de Juventude 2015. O evento foi apoiado pela Câmara Municipal de Cascais, cofinanciado pelo Programa ERASMUS+ Juventude em Ação e contou com o Alto Patrocínio da Presidência da República.

O Encontro Nacional de Juventude foi acima de tudo um espaço de partilha, reflexão e participação, em que mais de 300 jovens de todo o país debateram questões de relevância para a juventude.

Recorrendo a metodologias de educação não formal, os grupos de trabalho debruçaram-se sobre os seguintes temas: Saúde Juvenil e Boas Práticas Ambientais; Novas Formas de Participação, Modelos de Governação e Lei do Associativismo; Discriminações e Igualdade de Oportunidades; Educação para a Cultura e Empreendedorismo Cultural e Criativo; Educação para a Cidadania e o Papel da Escola na Formação do Indivíduo e para a Integração no Mercado de trabalho; O Reconhecimento e a Validação da Educação Não Formal e do Youth Work; Emprego de Qualidade e Empreendedorismo Jovem; Mobilidade na União Europeia e na Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

Os grupos de trabalho contaram com a presença de peritos, cujos contributos ajudaram a aprofundar a discussão e, no último dia, os jovens debateram as suas conclusões num formato World Café com os deputados Joana Barata Lopes (PSD), João Torres (PS), Luís Monteiro (BE), e Rita Rato (PCP), e representantes do IPDJ, Erasmus+, Câmara Municipal de Cascais e CPLP.

As recomendações finais foram apresentadas no último dia, na Sessão de Encerramento.

Ao longo dos três dias, o jovens tiveram ainda a oportunidade de participar em outros momentos de debate, nomeadamente a Conferência “Que União Europeia é Esta?”, que contou com a presença de Carlos Coelho, Eurodeputado; Eduardo Vera Cruz, Professor da FDL; Inês Zuber, Eurodeputada; Rui Marques, Coordenador da Plataforma de Apoio ao Refugiados; Nuno Félix, Associação Famílias Como as Nossas, e com o moderador Paulo Pinheiro, Presidente do Conselho Consultivo da Juventude do Conselho da Europa.

O Encontro Nacional de Juventude fez-se também de momentos culturais e recreativos, como foi o caso do concerto de Nice Groove, a atuação do Grupo do Grupo de Teatro do Oprimido de Lisboa, a sessão de Ignite "Portugal tem Futuro", e a atuação de Pedro Teixeira da Mota e Luís Franco-Bastos

O Encontro Nacional de Juventude concentrou 8 grupos de trabalho, 13 workshops, 4 momentos culturais, 17 youth workers, 18 voluntários, 42 jovens artistas, 25 oradores e 75 organizações, envolvendo mais de 300 jovens de todo o país, que assumiram o compromisso de se envolver e participar no debate sobre os temas que lhes dizem diretamente respeito.

Conhece AQUI as recomendações finais.

Espreita o VÍDEO e as FOTOS do ENJ 2015.